Por: Gabriel Pietro

Todos os dias, uma mãe pedala mais de 5 horas em sua bicicleta para entreter e acalmar o filho, que é autista não-verbal. Desde pequeno, o garoto de 10 anos acompanha a mãe naquilo que é seu hobbie preferido: passear pelas ruas de Garuva (SC), sentindo a brisa bater em seu rosto.

Se antes Gabriel partia numa aventura com Suellen na cadeirinha da frente da bicicleta, hoje, precisa levantar um pouco as pernas para as sandálias não se arrastarem no asfalto.

Faça chuva ou faça Sol, nublado ou ensolarado, Suellen Cristina Budenetz, 29 anos, sai de casa às 13h30 e pedala com o filho até às 16h. Eles voltam para casa, tomam um lanche, pegam a bike e saem de novo, para mais duas horas e meia de passeio, de segunda a segunda.

Passear com Gabriel foi a maneira que a catarinense encontrou para acalmar e alegrar o filho, diagnosticado com um quadro de autismo severo. (Confira o texto na íntegra aqui!)

Via: Razões Para Acreditar

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS