Final de ano proporciona. embola todos os sentimentos. Ansiedade pela nova fase que se aproxima, alegria pelas comemorações, saudade pelos reencontros e desencontros, euforia pelo clima de festa. Mas, também, traz tristeza e frustração por conta dos projetos de vida não concretizados.

São tantas as cobranças internas e externas, que a alegria pelas vitórias alcançadas digladiam com as frustrações pelas coisas que não saíram muito bem. Tudo no mesmo pacote, embrulhado pra presente.

É comum a gente fazer essa retrospectiva. É comum surgirem cobranças familiares, pessoais e profissionais. Mas, as mais fortes, que mais incomodam, são as internas, por tudo aquilo que não conseguimos realizar. Uma mistura de felicidade e ansiedade que toma de conta do corpo e aperta o coração. O pensamento no passado, os desejos no futuro, um presente tribulado.

São essas avaliações desnecessárias, que trazem essas tempestades emocionais. Se não deu certo até agora, esse ano não dará mais. Cabeça fria e erguida, pé no chão, olho lá no avante. É lá que estará a solução. É lá que mora a segunda chance. Ficar martirizado, olhando pra trás, se penalizando por conta do tempo que passou e das coisas que não conseguiu, é bobagem.

O passado existe para ser ultrapassado mesmo. O futuro bate de novo a sua porta com a virada do calendário. Novas chances chegando, vai e tente de novo. O presente é uma ponte que nos conecta a tudo isso: Passado, presente e futuro.Tic-Tac… Estamos sempre em construção.

Fazer uma autoanálise e se questionar sobre o que deu certo e o que não foi tão bom, é sempre válido. O que foi bom leve. O que foi ruim, retire, corrija, ajuste e verifique o que pode fazer para melhorar. O essencial é não repetir os mesmos erros e buscar os acertos.

Esse tal “fechamento de ciclo” é assim mesmo: Mete medo, mas não é monstro. A luz do fim do túnel estará lá, acesa. Tudo no tempo da sua fé, resiliência, trabalho e persistência. Objetivos estão aí para serem alcançados. Muros para serem derrubados, tijolo a tijolo. Sem muita pressa. Se não for agora será um dia. A vida não vai acabar no final do ano, nem continuar, ela vai apenas recomeçar.

Avante #2020 !

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS